Clique nos ícones para visualizar os conteúdos.

No caso de ex-empregados e pensionistas, a permanência no Plano está condicionada à solicitação específica para tanto, dentro do prazo estabelecido no Regulamento, e, ainda, à formal assunção do pagamento integral de suas contribuições pessoal e patronal.

Caso o ex-empregado demitido sem justa causa ou pensionista deseje permanecer no Plano, é imperativo que formalize o pedido até 30 dias da data do efetivo afastamento/desligamento da Associada Patrocinadora ou do falecimento do beneficiário titular, respectivamente. A não solicitação dentro desse prazo implica perda do plano de saúde.

A não solicitação dentro do prazo de 30 dias implica perda do plano de saúde. Se estes beneficiários, relacionados no quadro anterior, optarem por cancelar o Plano, não têm direito de retornar.

Aposentados das Associadas Patrocinadoras pelo Regime Geral da Previdência Social (INSS) com, no mínimo, dez anos de contribuição, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozavam durante a vigência do contrato de trabalho, desde que assumam o pagamento integral (contribuições patronal e pessoal). Caso o período de contribuição seja inferior a 10 anos, fica assegurado o direito de manutenção do Plano à proporção de um ano para cada ano de contribuição.