HANSENÍASE

Saiba mais sobre a doença!

O dia 29 de janeiro, último domingo do mês, foi instituído o Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase. A hanseníase é uma doença crônica, infectocontagiosa, cujo principal agente etiológico é o Mycobacterium leprae (M. Leprae). O bacilo é transmitido, principalmente, pelas vias respiratórias de pacientes infectados não tratados. Como em outras doenças infecciosas, a conversão de infecção em doença depende de interações entre fatores individuais do hospedeiro, ambientais e do próprio agente.

Em 2005, foram detectados 14,07 doentes por 100.000 habitantes no Brasil, o que equivale a um alto coeficiente de detecção na população geral. Nesse mesmo ano, a prevalência foi considerada média e correspondeu à taxa de 1,01 doentes por 10.000 habitantes.

A doença atinge pele e nervos periféricos, podendo levar a sérias incapacidades físicas. A melhor forma de prevenir deficiências físicas e incapacidades é o diagnóstico precoce.

Os sintomas evidenciam-se pelo aparecimento de manchas na pele e alterações de sensibilidade nas mãos e pés, com formigamento e dormência. Pode haver comprometimento na força dos dedos, mãos, pernas e/ou pés, assim como feridas que não cicatrizam.

O tratamento é feito com antibióticos por tempo prolongado. Os medicamentos são fornecidos pelo SUS.

Portanto, é muito importante que todas as pessoas que tenham manchas na pele procurem assistência médica.